Além do seu limite! O quanto você está satisfeito com sua vida?

Além do seu limite! O quanto você está satisfeito com sua vida?

por JANAÍNA LEÃO

 

Podemos muito mais do que nossos olhos enxergam. Concordam? “Não consigo”, “não posso”, “não tenho sorte”, “sou incapaz”, “só nascendo de novo” e etc, são pensamentos que guiam ações impedindo de você alcançar seus objetivos. Quando você fala “não” no inicio de uma frase, já determina e aponta o resultado. Mudar a percepção, muitas vezes, é se redescobrir e mergulhar em um “mar”, ou melhor, em uma vida de visibilidade.

Além do seu limite!

Por que algumas pessoas têm mais dificuldades de estabelecer limites do que outras? Além da personalidade, ambiente cultural e familiar, crianças reprimidas, abusadas e desencorajadas a autonomia na infância, tendem a ter mais dificuldades de colocar limites. Crianças desenvolvidas nesse contexto, geralmente não tem espaço para se manifestar e se expressar. Você se identifica? Se sim, tenha certeza que algumas coisas você pode mudar.

Conhecer a diferença entre o limite interno X limite externo te ajudará à elaborar objetivos de vida e consequentemente atingir resultados. Quantas vezes você já pensou que não atingiria determinado objetivo por não acreditar no seu potencial? Quantas vezes você criou intercorrências para que seu objetivo não fosse alcançado? Além de criar, somos responsáveis pelo que aceitamos em nossa vida. Eu, você e o outro estabelece o limite baseado na cultura, influencia familiar, ambiente e crença irracional.

O limite externo tem a ver com regras e o convívio com a sociedade. São limites impostos e que em muitas vezes, nos cabe a cumprir. Já o limite interno tem a ver com o que você pensa e acredita sobre você e a vida, e o principal, como estabelece suas regras e limites. É a forma como você encara o mundo e gera resultados. São seus recursos psíquicos, seu self, sua subjetividade, seu (in)consciente se manifestando. A nomenclatura é apenas o detalhe.

Além do seu limite!

Estabelecer limite é criar um mar de possibilidades. Quando falamos “não” para algo, ao contrário do que muitos pensam, abrem-se outras portas. Experimente! Afirmo e reafirmo que você pode muito mais do que imagina. Ao longo desse ano, me deparei com muitos pacientes, coaches e clientes que falaram que não atingiriam determinado objetivo e atingiram. Mérito deles que se permitiram olhar além do obvio.

Que neste final de ano, você analise seus pontos positivos e os que deseja melhorar. Busque desenvolver este último e se proponha a ter novos comportamentos – dia sim e dia sim! Afinal, criar desculpas é permanecer na zona de conforto. Acreditar que o mundo está contra você, é se vitimizar. Assumir a responsabilidade é criar estratégias para o que precisa ser feito. Nossa vida muda, proporcionalmente a nossa ação.

 

*Matéria original do blog Lala Rudge (http://www.lalarudge.com.br/lala-rudge/alem-do-seu-limite-de-0-a-10-o-quanto-voce-esta-satisfeito-com-sua-vida/)