Não dê o ano como terminado!

por: Thais Marques

Esse post não tem nada a ver com se culpar por não ter feito tudo o que era necessário no ano que passou. Pelo contrário: é para mostrar que todo dia é dia de recomeçar. <3

Mas que mania a gente tem de separar as realizações da vida por anos, não é? “2016 foi um ano difícil”, ou “2015 é que foi um ano bom”. Mas que bobagem! Até parece que a existência é feita de blocos e que, quando um termina, magicamente tudo se resolve no outro (ou piora, sei lá).

Viver é estar numa roda com início, meio e fim (ou seria recomeço?). Cada próximo segundo traz uma nova oportunidade – e se conecta com o anterior. Assim é que vai. Por isso, nem pense em dar o ano como terminado! Nada vai mudar se você e eu não mudarmos. E não é a possibilidade de um ano novo que vai nos transformar como num passe de mágica.

ano-novo

Eu sei, é meio chato ouvir isso porque parece algo realista demais. Quando era mais nova, tinha essa linha de pensamento padrão. Mas percebi que seria muito injusto ter apenas uma oportunidade anual de recomeço. E os outros meses, dias, horas e minutos? Algo não me parecia bem ao imaginar que, se errasse logo de cara, meu ano estava fadado a passar sem que eu não pudesse fazer nada.

Aliás, não é sobre controle – porque tem coisas que a gente simplesmente não pode controlar. É sobre tomar as rédeas do que é possível, daqueles sonhos que podem se tornar realidade dependendo única e exclusivamente de você. Quantos deles a gente deixa de lado quando se vê engolida pela vida?

Ontem mesmo sentei e coloquei tudo no papel. Mas não as coisas obrigatórias e necessárias, porque essas já estão internalizadas e eu sei que preciso cumprir. Me permiti viajar em pequenas construções diárias de resultados imediatos ou em longo prazo. E isso me fez lembrar de que a única responsável por ver essas sementes brotarem sou eu mesma.

Repito: não dê o ano como terminado. Dê a cada momento seu devido valor – e parta para a ação sempre que puder!

 

*Matéria original do blog Coisas de Diva (http://www.coisasdediva.com.br/2016/12/nao-de-o-ano-como-terminado/)

5 trends que você vai querer usar nos próximos meses

Quando uma tendência vem pra ficar é fácil perceber, durante as principais semanas de moda  já começamos a ver vários looks de street style incríveis, e vamos notando as peças que mais bombam entre as fashion girls. Como nós gostamos de acompanhar tudo o que rola no mundo da moda e saber de antemão quais trends estão com tudo, nunca paramos de buscar inspirações e claro, mostramos tudo aqui para vocês. E como estamos pertinho do verão, não tem nada mais gostoso do que atualizar as peças do nosso closet e investir nas trends mais legais para usarmos no dia a dia, por isso trouxemos 5 tendências que com certeza você vai ver muito pelas ruas nos próximos meses, e querer se jogar também! Olha só:

 

Manga sino

 

Maxi Colete

 

Saia Metalizada

 

Cardigã Alongado

 

Slip Dress

 

*Matéria original do blog Moda It (http://www.modait.com.br/dicas-de-moda-e-beleza/moda-e-estilo/5-trends-que-voce-vai-querer-usar-nos-proximos-meses/)

Cinco erros cruciais no relacionamento com os clientes

fidelizar-clientes

Procurar um novo fornecedor por causa do mau atendimento é uma prática comum dos brasileiros.

Para o consultor da Mega Empresarial, Roberto Vilela, existem erros, mais comuns do que se imagina, que acabam com a imagem de qualquer empresário. A área comercial, segundo ele, é uma das que exige atenção e os profissionais precisam evitar certos comportamentos.

“Quem está diariamente em contato com o cliente às vezes esquece que a proximidade não significa tratá-lo com menos importância. É preciso também haver um limite nesse relacionamento e não se pode esquecer que, por mais íntimo que o comprador se torne, ele continua sendo o consumidor e o profissionalismo não pode ser deixado de lado”, destaca Roberto.

 

O consultor elenca cinco erros comuns que devem ser evitados

1.Não ouvir o que o cliente tem a dizer: pode ser uma reclamação ou mesmo um elogio. A empresa ou profissional quer ser ouvido por seu fornecedor e é dever dele proporcionar isso. “Mesmo que esteja com pouco tempo ou que não concorde com a crítica, é preciso escutar com atenção. Ninguém gosta de ser ignorado, ainda mais quando o assunto envolve negócios”, diz.

 

2.Rebater críticas ou não assumir um erro: esse, segundo Roberto, é uma falha recorrente. “O fornecedor até pode ter razão, mas é preciso pensar bem na abordagem quando for discutir com o cliente. Educação é primordial, sempre. Se estiver errado, não há o que pensar: assuma a falha e trabalhe com ainda mais atenção para que ela não se repita”, aconselha.

3.Fazer piadas de mau gosto: “Seja de um assunto banal ou mais sério, como política e religião. Piadas e brincadeiras não são para o contato comercial e não devem existir. Você pode ofender a pessoa e o resultado vai desde a quebra de confiança até a perda da venda”, ressalta. 

4.Prometer algo sem saber se poderá entregar: Roberto lembra que nem sempre dá para fazer o que o cliente quer. Quando puder, assuma o compromisso. Se não, seja franco e busque uma solução para não prejudicar o relacionamento de negócios.

 

5.Fazer comparações com outros clientes: este é outro erro comum apontado pelo consultor da Mega Empresarial. “Muita gente acha que elogiar um cliente em detrimento do outro vai fazê-lo sentir-se especial. Na maioria das vezes ocorre o contrário. O seu contato provavelmente vai sacar que se você fala mal de outro cliente, deve fazer o mesmo com ele quando estiver na próxima reunião. É um tiro no pé”, conclui Roberto.

Lembre-se que manter o bom relacionamento com seus clientes é o que irá te levar ao sucesso profissional. Fique sempre atento à sua postura na hora de realizar as vendas, por mais que você esteja vendendo para uma amiga, podem ter outros possível clientes por perto, lembre-se sempre disso!

 

*Matéria original do blog Empreendedor (http://empreendedor.com.br/noticia/cinco-erros-cruciais-no-relacionamento-com-os-clientes/)